Empresa do Centro Internacional de Negócios da Madeira com software B2B inovador

Susana Almeida - Vida Económica

Descarregar PDF
Artigo original

Com quatro escritórios espalhados por dois continentes e 40 profissionais, a Connecting Software é uma empresa orientada ao B2B que atua globalmente no segmento de integração de software, ou seja, a conexão entre vários elementos do software.

Com quatro escritórios espalhados por dois continentes e 40 profissionais, 13 deles em Portugal, no centro de desenvolvimento que instalou na Madeira, a Connecting Software é uma empresa internacional que actua no segmento de integração de software, ou seja, na ligação entre vários elementos do software.

Thomas Berndorfer, o CEO de origem austríaco-alemã, lançou o Connecting Software em 2004 e o centro de desenvolvimento da Madeira em 2017. Ele lembra que no início veio para a Madeira "porque era um lugar fantástico para viver", mas "não tinha grandes planos para a secção regional". Contudo, nos primeiros meses, reconhece que "encontrámos programadores altamente motivados, bons profissionais e factores económicos e políticos favoráveis", o que mudou os planos da empresa para a Madeira. Desde a abertura do escritório regional, a equipa tem vindo a crescer constantemente.

Actualmente com 13 profissionais, o Connecting Software pretende crescer ainda mais na Madeira, aumentando a sua presença na estrutura do grupo que já tem escritórios em Viena, na sua sede, na Eslováquia e nos Estados Unidos da América. Além de estar distribuída pelo mundo, a equipa do Connecting Software é verdadeiramente internacional ao incluir profissionais de 12 países diferentes.

Recentemente, a empresa expandiu o seu departamento de marketing e atendimento ao cliente no seu escritório da Madeira, e está em processo de recrutamento para estas áreas, tanto no mercado nacional como internacional, uma vez que pretende atrair especialistas internacionais para a Madeira.

Na Madeira, sublinha o CEO, há uma situação positiva tanto para a empresa como para a Região Autónoma da Madeira, pois há uma forte integração com a Universidade da Madeira, com os Governos da Madeira e de Portugal e há também a integração no Centro Internacional de Negócios da Madeira que apresenta vantagens fiscais para o desenvolvimento de negócios à escala internacional como o Connecting Software.

Em estreita cooperação com a equipa da Eslováquia, a equipa da Madeira está a criar soluções de integração e sincronização para uma variedade de sectores e empresas. Um dos produtos mais recentes, o OPC UA Connector, é um conector entre as máquinas de produção de uma fábrica e os sistemas empresariais padrão, ou seja, uma solução orientada para a chamada Internet Industrial das Coisas (IIoT). Segundo Thomas Berndorfer, o OPC UA Connector "é a única solução no mundo que permite que as máquinas e sistemas empresariais falem a mesma língua", sendo acessível em qualquer computador.

Esta capacidade de conectar soluções industriais com soluções empresariais através da mesma metodologia, aumentando a produtividade, faz do Connecting Software uma das principais empresas da Europa nesta área.

"Conectamos software mais facilmente, mais rápido e a um custo menor do que as ferramentas existentes e assim ajudamos as empresas a ter sucesso nos desafios da digitalização e de estar em um mundo on-line", diz Berndorfer.

O Connecting Software tem um volume de negócios anual de cerca de 2 milhões de euros e é uma empresa orientada para o B2B. A maioria dos clientes são entidades governamentais, grandes e pequenas empresas com sistemas integrados. Tem clientes como o Parlamento do Canadá ou departamentos governamentais em países como a Nova Zelândia, Irlanda, Inglaterra, Holanda e EUA, além de grandes empresas e marcas como Securitas, KTM, Compass Group, 21st Century Fox, Henkel ou Hitachi.

A plataforma Connect Bridge, totalmente desenvolvida pelo Connecting Software, é a base para o sucesso desta empresa. Esta plataforma funciona como um tradutor, permitindo que as diferentes soluções de software comercial já existentes em uma empresa se comuniquem entre si, facilitando os processos de negócio e tornando as empresas mais produtivas. Esta plataforma suporta a maioria dos softwares modernos como o Microsoft Dynamics 365, Microsoft Exchange ou Salesforce, mas também softwares mais antigos, com 10, 20 ou mesmo 30 anos de idade. Ao reduzir o esforço de integração em pelo menos 50% e economizando até 90% do tempo que leva para que a integração entre em funcionamento, a plataforma Connect Bridge continua muito popular 7 anos após o seu lançamento.